Ciclista atropelada durante perseguição policial morre em Taubaté

A ciclista que foi atropelada no último sábado (12) em Taubaté, durante uma perseguição policial, faleceu após ser socorrida em estado grave ao Hospital Regional. Vilma Rosemara, de 33 anos, estava em coma no hospital e morreu na noite de sábado. O velório ocorreu neste domingo, às 16h.

Ela e Régis Martins Santana, de 41 anos, andavam de bicicleta pela avenida Bandeirantes quando foram atingidos por um carro em alta velocidade. Os dois foram socorridos ao Samu, e Régis estava internado até este domingo, mas sem risco de morte.

O veículo que atropelou os ciclistas fugia da polícia, que fazia a perseguição após receber a informação que o motorista era procurado pela Justiça. Logo depois de atropelar o casal, o carro bateu em um poste. O motorista e o passageiro tiveram ferimentos leves com a batida e foram presos em flagrante.

No carro, foram encontrados produtos de furto e drogas. Foi elaborado flagrante de dupla tentativa de homicídio, desobediência, tráfico de drogas e associação ao tráfico. Eles estão à disposição da Justiça.

Foto: Arquivo pessoal

Fonte: G1/Vale do Paraíba