Disputa entre criminosos se torna pública, com lista de executados e inimigos publicada em rede social em Cruzeiro

Uma disputa por poder entre criminosos fez disparar os índices de homicídios em Cruzeiro, no interior de São Paulo. A rivalidade escalou a ponto de se tornar pública em listas divulgadas em uma rede social com os nomes das vítimas e também de quem seriam os próximos alvos.
Os homicídios fizeram a cidade saltar no ranking entre as mais violentas do interior paulista em relação às mortes por quantidade de habitantes. Os assassinatos ocorreram em meio à disputa de traficantes nos bairros Vila Romana e Vila Batista.
Para divulgar seus alvos, usam perfis falsos na rede social acompanhado de mensagens como: o fim de vocês vai ser triste, safadinhos. As contas publicaram montagens com as fotos das pessoas “procuradas” para homicídios e após os crimes, republicam a imagem com as vítimas já riscadas com um “x” em vermelho, sinalizando a morte.
Em uma investigação, a polícia encontrou a lista em uma conversa entre um detido por homicídio e um parceiro de crime. No aplicativo, o criminoso envia a imagem da lista com dois rostos sinalizados e acrescenta que já “deitou” eles. De acordo com a polícia, a gíria é usada para sinalizar o assassinato.
Depois, em outra conversa, um criminosos combina com outro um homicídio. Duas horas depois, por mensagem, o homem confirma a morte, mas diz que o alvo não estava no local, mas que ele ‘rosetou’ uma outra pessoa e não sabe quem é.
Índices de violência
Antes do fim de dezembro, o mês já superou o número de mortes registrados mensalmente no restante do ano, com oito óbitos. Entre eles, há dois casos de mortes com intervalos de menos de 24 horas e três dos homicídios aconteceram em um período de quatro dias.
fonte:G1