Dois examinadores são presos após pedir propina para aprovar alunas em prova da CNH em Cruzeiro

Dois examinadores de trânsito foram presos, em flagrante, nesta segunda-feira (13), após serem acusados de pedir propina para aprovar duas alunas no exame prático da CNH (Carteira Nacional de Habilitação), em Cruzeiro.

Segundo o Boletim de Ocorrência da Polícia Militar, o caso aconteceu por volta das 11h. Os policiais apreenderam uma quantia de R$ 300 no tênis de uma das indiciadas, assim como os celulares dos suspeitos. A dupla foi conduzida à delegacia e autuada em flagrante.

O caso foi registrado como corrupção passiva e ativa pelo 1º DP da cidade. De acordo com o Detran, os dois examinadores e a auto escola foram suspensos preventivamente.

Ainda segundo o Detran, o órgão não pede qualquer valor ao candidato para fazer o exame de habilitação. As taxas cobradas pelo departamento são fixas, como por exemplo: exame médico, psicológico e emissão da CNH, que somadas chegam a no máximo a R$ 395,00, caso o aluno seja aprovado na primeira tentativa.

Caso o cidadão desconfie de qualquer ilegalidade nos exames práticos, é possível denunciar ocorrências desse tipo no Disque Denúncia 181. O serviço é da Secretaria de Estado da Segurança Pública e o sigilo é absoluto. A denúncia também pode ser feita na internet, no site: www.webdenuncia.org.br.

Já pelo portal do Detran.SP, a manifestação deve ser encaminhada para a Ouvidoria do órgão. O link para registrar a solicitação é www.ouvidoria.sp.gov.br/Portal/Default.aspx.
Foto: Rodrigo Souza
Fonte: OVALE