Polícia Civil conclui inquérito e indicia motorista que atropelou e matou ciclista na BR-459, em Pouso Alegre, MG

A Polícia Civil concluiu nesta segunda-feira (25) o inquérito que investigava a morte de um ciclista que foi atropelado por um carro em alta velocidade na BR-459, em Pouso Alegre (MG). O motorista foi indiciado por disputa de racha com o agravante da morte da vítima, embriaguez ao volante e evasão do local. O caso aconteceu em outubro do ano passado.

Francisco de Paula Vitor Pereira, de 59 anos, morreu atropelado por um carro na BR-459, em Pouso Alegre, enquanto andava de bicicleta no acostamento em outubro de 2020. Segundo a Polícia Rodoviária Federal, Francisco foi atingido de frente pelo carro em alta velocidade.

Segundo testemunhas, o veículo envolvido participava de um suposto racha. A informação de testemunhas é de que o motorista do carro tentou ultrapassar outro veículo pelo acostamento e atingiu o ciclista. O homem foi lançado para fora da pista e morreu no local.

Segundo a polícia o inquérito concluiu que o motorista estava disputando racha. Além disso, foi confirmado que ele estava embriagado e fugiu do local sem prestar socorro à vítima. A pena dele pode ser de seis a 14 anos de prisão.

Outra pessoa também foi indiciada. Segundo a polícia, o amigo da vítima prestou depoimento falso para a polícia. Segundo a Polícia Civil, agora o caso segue para a Promotoria de Justiça, que deve fazer a denúncia contra o suspeito.
Foto: Polícia Rodoviária Federal
Fonte: G1/Vale do Paraíba