Empresário instala outdoor com pedido a ladrão após furtos em Lorena ‘Por favor, pare de nos roubar’

De acordo com o dono da madeireira, que fica na cidade de Lorena, no fim de agosto eles foram vítimas de três furtos em menos de duas semanas. Os casos foram registrados na Polícia Civil, mas ninguém foi preso.
Um empresário instalou um outdoor próximo a seu comércio com um pedido para que parasse de ser alvo de furtos. De acordo com o dono da madeireira que fica em Lorena, no interior de São Paulo, no fim de agosto eles foram vítimas de três furtos em menos de duas semanas. Os casos foram registrados na Polícia Civil, mas ninguém foi preso.
A placa está instalada há cerca de um mês e meio no terreno próximo a madeireira que fica no bairro Olaria. Na placa, o empresário José Toledo imprimiu o pedido depois da série de roubos com prejuízo de cerca de R$ 10 mil, além de dias parados depois que os criminosos levaram até os cabos de energia do estabelecimento.
“Peço ao amigo ladrão que, por favor, pare de nos roubar. Pois não temos mais condições de arcar com os prejuízos causados por você. Obrigado. Fique com Deus”, diz a placa.
De acordo com José, o local foi alvo pela primeira vez no dia 25 de agosto. Na data, os criminosos invadiram o local e levaram computadores, eletrônicos e alguns equipamentos de segurança, como botas e capacetes.
Em busca de itens de valor, eles ainda vasculharam a loja e deixaram portas e armários quebrados. O caso chegou a ser registrado no 2° Distrito Policial de Lorena.
Seis dias depois, um novo furto. Como equipamentos já tinham sido levados, os criminosos levaram os itens de segurança restantes, ferramentas e pregos.
Menos de uma semana depois, em um terceiro furto, os criminosos levaram cabos de energia do local – para a venda de cobre. Com isso, o estabelecimento ficou três dias sem poder funcionar até reestabelecer a energia. Todos os casos foram registrados na Polícia Civil, mas até o momento ninguém foi preso.
“A gente colocou a placa porque cansou de repor e lutar contra os prejuízos. Claro que eu não vou sensibilizar um ladrão com isso, mas eu consigo chamar a atenção das autoridades, a Polícia Civil e Militar, para darem atenção ao bairro. A gente não tem mais como se manter de pé repondo prejuízo com crimes. Precisamos nos unir como população para cobrar medidas de segurança”, comentou.
De acordo com José, eles estão há sete anos no bairro e já foram furtados oito vezes desde a abertura, incluindo as três últimas vezes seguidas.
A Secretaria de Segurança Pública (SSP) informou que os casos estão em investigação no 2ªDP de Lorena. “A equipe realiza diligências e trabalha na identificação de alguns suspeitos. Imagens e evidências estão em análise”, disse em trecho de nota.
Foto: Arquivo Pessoal/José Toledo
Fonte: g1