Polícia Civil abre inquérito para investigar homem por importunação sexual em Pouso Alegre

A Polícia Civil instaurou inquérito nesta sexta-feira (22) para investigar um homem que se masturba dentro do próprio carro em vias públicas de Pouso Alegre (MG). A polícia tomou conhecimento do caso devido a vídeos que circulam nas redes sociais. De acordo com a delegada Renata Brizzi, ele pode responder pelo crime de importunação sexual.

A delegada da Delegacia Especializada ao Atendimento às Mulheres explicou que o homem “está com o costume” de realizar a prática em alguns pontos da cidade. Segundo ela, o suspeito já foi identificado.

“Chegou ao meu conhecimento na manhã de hoje [sexta-feira] de que um cidadão, que já foi identificado, está com o costume de se masturbar em via pública, no interior do veículo, em alguns pontos da cidade. Ele constrange os transeuntes porque ele chama e mostra o que está fazendo para as pessoas”, disse.

Renata Brizzi salientou que devido à gravidade do que o suspeito faz, o inquérito foi instaurado. Ela explicou o motivo do caso, para ela, se enquadrar no crime de importunação sexual.

“Diante desse fato grave, acabo de instaurar um inquérito policial pelo crime de importunação sexual. Importunar, nesse caso, praticar contra alguém, uma pessoa que está transitando em via pública, um ato obsceno, no caso um ato libidinoso, que é a masturbação, sem a sua anuência, com o objetivo de se satisfazer”, falou.

De acordo com o artigo 215-A do Código Penal, o crime de importunação sexual tem pena prevista de um ano e cinco meses de reclusão.
Fonte: G1/Sul de Minas