Pelo menos 30 pessoas são presas durante 2ª etapa de operação contra o crime organizado no Sul de MG

Pelo menos 30 pessoas foram presas durante uma operação da Polícia Civil contra o crime organizado no Sul de Minas. A operação “Caronte II” foi deflagrada na manhã desta quarta-feira (20) em Itajubá, Pouso Alegre, Soledade de Minas, Cristina, Maria da Fé, Itamonte no Sul de Minas e Dourados (MS). Conforme a polícia, os presos são suspeitos de envolvimento com o crime organizado, tráfico de drogas e o chamado tribunal do crime, que acontece quando há execução de pessoas que não seguem regras dentro da organização criminosa.

A polícia informou que 30 pessoas já foram presas, sendo 23 em Itajubá, duas em Pouso Alegre e em Itamonte e uma em Soledade de Minas, Dourados (MS) e Maria da Fé. Além das prisões, foram apreendidos mais de 10 kg de drogas foram apreendidos.

Esta fase da operação é um desdobramento da “Operação Caronte”, que ocorreu em agosto de 2020. Desta vez, as investigações aconteceram em fevereiro deste ano.

A equipes de policiais civis e militares também apreenderam maconha, cocaína, crack, munições, celulares e documentos que ainda serão catalogados e contabilizados para a continuidade dos inquéritos, que podem levar a mais suspeitos.

Tribunal do Crime
Por meio de um tribunal, composto por integrantes da organização, as partes envolvidas eram levadas a um local determinado onde mediante atuação de outros integrantes era realizado o julgamento das pessoas e a aplicação das penas que consistiam, em alguns casos, em agressões.

Operação Caronte
A primeira fase da operação “Caronte” aconteceu em agosto deste ano. Na ocasião, 21 suspeitos de envolvimento com crime organizado foram presos.

Segundo a Polícia Civil, nove mulheres e 12 homens foram presos e conduzidos para os presídios. Ao todo, foram cumpridos 38 mandados de busca e apreensão e 32 mandados de prisão. As investigações tiveram duração de dois meses.
Foto: Polícia Civil
Fonte: G1/Sul de Minas