Três romeiros que seguiam para Aparecida morrem atropelados na Dutra no trecho do Vale

Três romeiros morreram atropelados na Dutra enquanto seguiam para Aparecida (SP) entre a noite de sábado (9) e madrugada deste domingo (10).

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal, o primeiro caso ocorreu por volta das 22h20 de sábado. A vítima era um policial militar de 47 anos que morreu após ser atropelado na altura do km 142, na pista sentido Rio de Janeiro, no trecho de São José dos Campos.

Ele havia saído da cidade em romaria com outros dois homens, de 40 e de 23 anos, que também foram atingidos pelo carro e socorridos ao Hospital Municipal de São José.
Segundo o Corpo de Bombeiros, que também atendeu a ocorrência, com a colisão o carro bateu contra um barranco.

O casal de idosos que estava no veículo teve ferimentos leves, mas também foram encaminhados ao pronto socorro. Os outros dois atropelamentos foram no trecho de Caçapava, com 20 minutos de diferença. O segundo caso ocorreu por volta das 4h10, na altura do Km 121. Duas mulheres foram atingidas por um carro.

Segundo a PRF, o motorista fugiu sem prestar socorro e não foi identificado. As vítimas eram primas, caminhavam pelo acostamento e faziam parte de um grupo de romeiros que saiu de São Paulo com destino a Aparecida. Uma delas, de 35 anos, foi socorrida em estado grave para o Hospital Regional de Taubaté. A outra, de 42 anos, não resistiu e morreu no local.

Às 4h30, um homem de 40 anos foi atropelado por um caminhão enquanto dormia debaixo de uma carreta no pátio de um posto de gasolina, no trecho do km 133, em Caçapava.
De acordo com a PRF, a vítima era um romeiro que estava dormindo debaixo da carreta de um bitrem, provavelmente pra se abrigar da chuva.

O motorista do caminhão não viu o homem, ligou o veículo e quando saiu em movimento esmagou a vítima com os pneus do lado esquerdo do segundo semirreboque. Ele morreu no local.