Operação na Dutra flagra táxi com quase 70 registros de fuga de pedágio

Uma operação da Polícia Rodoviária Federal e da concessionária NovaDutra flagrou um táxi com histórico de 69 fugas de pedágio. A ação foi na noite desta quinta-feira (22) na Dutra em Moreira César, distrito de Pindamonhangaba, e 21 veículos foram abordados.

Ainda no início da noite um caminhão foi parado pela fiscalização. Ele já havia fugido da cobrança em pedágios outras sete vezes e novamente havia tentado passar pelo trecho sem pagar. O motorista devia R$ 479,80 em multas e foi parado pela equipe para orientação. Ele foi novamente multado.

Poucas horas depois, ainda no mesmo trecho, um taxista foi flagrado tentando passar sem pagar, mas também foi abordado. Ele tem histórico de 69 evasões a pedágio, além de uma dívida de mais de R$ 754,60. O motorista é morador do Rio de Janeiro e foi novamente multado.

Ainda durante a fiscalização um carro de luxo, avaliado em mais de R$ 65 mil, quebrou a cancela do pedágio ao tentar passar pelo trecho sem pagar. O motorista foi parado pela fiscalização e autuado.

“Monitoramos 24 horas a passagem de todos os veículos. Algumas pessoas, de forma ilusória, acham que alguns dispositivos possam esconder o veículo, mas ao contrário. Nós temos várias câmeras que identificam as características dos veículos”, afirma Diêgo Dutra, coordenador de interação da CCR NovaDutra.

Dos 21 veículos abordados, quatro foram autuados por evasão de pedágio. Ainda foram feitos 18 autos de infração, a maioria por uso de dispositivos de iluminação utilizados para dificultar a leitura da placa.

Segundo o Código de Trânsito Brasileiro, passar pelo pedágio sem pagar é considerada uma infração grave, que rende multa de até R$ 195,23 e cinco pontos na carteira. Já esconder a placa é considerada infração gravíssima, com multa de R$ 191,54 e sete pontos na carteira.

Foto: Divulgação/NovaDutra

Fonte: G1